Exposição “(a)Riscar o Património” na Galeria Municipal de Ourém

Será inaugurada no dia 23 de Novembro, às 16h00, a exposição “(a)Riscar o Património” na Galeria Municipal de Ourém.
A inauguração decorrerá no âmbito do Encontro de Diários Gráficos “Riscar a Arquitectura”, na Vila Medieval de Ourém, promovido pela Delegação do Centro da Ordem dos Arquitectos e pelo Município de Ourém.
A exposição apresentará os trabalhos resultantes dos encontros de 2018, e estará patente ao público até dia 26 de Janeiro de 2020.

PROGRAMA

Encontro na Galeria da Vila Medieval de Ourém
10h00: Sessão de Desenho Urbano
13h00: Almoço convívio
14h30: Continuação dos trabalhos de Desenho Urbano
16h00: Inauguração da Exposição (a)Riscar o Património

(a)Riscar o Património apresentado na Associação Portuguesa dos Amigos dos Castelos

(Castelo de Almourol, (a)Riscar o Património 2017 em Almourol e Vila Nova da Barquinha – desenho de Ricardo Cabrita)

No dia 4 de Novembro, às 19h00, o projecto (a)Riscar o Património será apresentado em conferência na Associação Portuguesa dos Amigos dos Castelos, sob o tema “Projecto (a)Riscar o Património, O registo gráfico como meio para a compreensão do Património”.

Esta é a maior associação nacional de defesa de património, e tem como objectivo contribuir para a conservação, protecção, divulgação e salvaguarda do património fortificado português, juntamente com as suas envolventes e sítios históricos.

O projecto (a)Riscar o Património, uma parceria entre a DGPC e os USkP, coordenado por Jorge Vila Nova e Margarida Donas Botto, tem como principal propósito dar a conhecer e alargar o conceito de património a outro tipo de interpretações e representações, associando-se ao desenho como forma de expressão espontânea e privilegiada.

O Encontro no Parque Arqueológico do Vale do Côa

O Encontro (a)Riscar o Património no Parque Arqueológico do Vale do Côa, dos dias 19 e 20 de Outubro, que teve o apoio da Fundação Côa Parque e a colaboração da Câmara Municipal de Foz Côa, proporcionou momentos de descoberta, entusiasmo, bom convívio e partilha entre os desenhadores.

O projecto que, tem como propósito dar a conhecer e alargar o conceito de património a outro tipo de interpretações e representações, associando-se ao desenho como forma de expressão espontânea e privilegiada, levou os participantes a conhecer o Museu e o extraordinário conjunto de arte rupestre do Côa, classificada como Monumento Nacional em 1997 e inscrito na Lista de Património da Humanidade em 1998 pela UNESCO.

Deste encontro, que teve repercussão em alguns órgãos de comunicação social, resultaram muitos registos gráficos dos locais e paisagens, que mostraremos neste blog.  Para já algumas imagens.

 

     

(a)Riscar o Património no Parque Arqueológico do Vale do Côa

O  projecto (a)Riscar o Património (DGPC + USkP), está a organizar, em parceria com a Fundação Côa Parque, e a Câmara Municipal de Vila Nova de Foz Côa, um Sketchcrawl que terá lugar no Museu do Côa e nos sítios arqueológicos, onde se encontram as mais emblemáticas gravuras, nos dias 19 e 20 de Outubro (fim-de-semana).

O encontro dos participantes será no Museu do Côa, no dia 19, entre as 12h00 e as 12h30, de acordo com o programa, aqui publicado. Quem estiver interessado em partir de Lisboa de comboio, deve informar a organização (Margarida Donas Botto – mbotto@dgpc.pt – Jorge Vila Nova – jalves@dgpc.pt) até dia 17, para que conste do bilhete de conjunto que será solicitado previamente à CP (um pouco mais barato).

O Museu do Côa proporcionará transporte da estação de comboios de Celorico da Beira até ao Museu, para quem for de comboio desde Lisboa. Também os almoços dos dois dias e o alojamento no Centro de Alto Rendimento do Pocinho. O jantar-convívio do dia 19, no restaurante do Museu, terá um valor de 15 € por pessoa.

Os interessados em participar nesta iniciativa, que se reveste de particular interesse pois permitirá a visita e compreensão de alguns dos registos gráficos mais antigos da Península, devem confirmar a sua presença através dos endereços referidos:  Margarida Donas Botto – mbotto@dgpc.pt – Jorge Vila Nova – jalves@dgpc.pt

A inscrição está sujeita ao número de lugares disponíveis, pelo que, serão consideradas por ordem cronológica de envio. O programa pode sofrer ligeiras alterações, em função das horas de visita dos sítios arqueológicos.

O tempo para os dias 19 e 20 prevê-se: Sábado de tarde as previsões são de chuva, vento moderado e a temperatura de 17ºC. Domingo não está previsto chuva e a temperatura rondará os 9ºC. Os participantes devem levar impermeável e/ou guarda chuva, e roupa apropriada para este contexto.

A 6.ª Edição dos encontros (a)Riscar o Património

E mais uma vez muitos (a)Riscaram o Património em 2019, tornando o dia 28 de Setembro um momento de convívio, de conhecimento, de desenho e de registo gráfico.

Muitos foram os trabalhos que resultaram dos encontros, os quais publicaremos proximamente neste blog, naturalmente, aqueles que nos chegarem em condições mínimas para o poder fazer.

Será também deste conjunto que se fará a selecção que figurará na exposição itinerante que dá a conhecer o projecto, os trabalhos e os autores, nas mais variadas galerias do país.

Da parte da DGPC e dos USkP, um voto de agradecimento e de parabéns a todos os participantes e, muito especialmente aos anfitriões e organizações locais dos encontros.

Na Anadia, no Museu José Luciano de Castro…

…e nos jardins do Museu José Luciano de Castro

 

Em Angra do Heroísmo – Terceira

 

No Barreiro, no Moinho de Maré Pequeno, os passadiços (Moinhos de maré Grande e do Cabo) e os Moinhos de Vento na praia de Alburrica.

 

Em Castelo Branco, na Casa Amarela, Galeria Municipal de Castelo Branco

 

Em Coimbra, no Jardim da Sereia

 

Em Estremoz, no Mercado e no Museu Municipal

 

Na Batalha,  desenhando o magnífico Mosteiro da Batalha

 

Em Lisboa, no Museu do Teatro Romano…

…e no Chapitô

 

No Funchal, nos Jardins do Palheiro, de costas voltadas para o fotógrafo

 

Em Matosinhos, na Quinta da Conceição

 

Em Ponta Delgada, na Casa da Fundação Jardim José do Canto e…

…no Jardim José do Canto

 

Em Porches, Lagoa,  na olaria Porches Pottery e na Ermida da Nossa Senhora da Rocha

 

No Porto, nos jardins do Palácio de Cristal

 

Em Torres Novas, no Museu Municipal Carlos Reis

 

Em Turcifal, Torres Vedras

 

Em Vila Nova da Barquinha, no Parque de Escultura Contemporânea da Barquinha

Programas (a)Riscar o Património 2019

Este ano, mais uma vez, os grupos de sketchers de todo o país, do continente e ilhas, responderam ao apelo da organização do projecto (a)Riscar o Património,  apresentando programas aliciantes sob o tema «Artes, Património, Lazer».

A iniciativa, que se realizará no dia 28 de Setembro, Sábado, conta com a organização da DGPC/Património Cultural em parceria com os Urban Sketchers Portugal.

Com tantos e tão bons motivos, o convite está aberto a todos quantos queiram participar, desenhando, registando, convivendo, fazendo mais uma vez deste dia, um momento memorável. Os resultados destes encontros serão dados a conhecer através deste blog (proximamente um site), de exposições itinerantes, apresentações e outras iniciativas.

Aqui ficam os programas, todos gratuitos, lembrando aos interessados que para alguns deles é necessária inscrição para almoço e/ou transporte, pelo que, tenham atenção a toda a informação.

PROGRAMAS

ALVITO, BEJA – O Grupo de Sketchers de Beja, que participam pela primeira vez no projecto (a)Riscar o Património, organizaram a convite da autarquia do Alvito, o encontro de desenho naquela lindíssima vila alentejana.

O ponto de encontro é às 10H30 na Praça da República, Alvito.

O almoço será oferecido até o máximo de 50 pessoas, carecendo para esse efeito, de inscrição, que deve ser enviada para o e-mail:
carla.figueira@cm-alvito.pt

Será igualmente assegurado transporte de Beja e Évora para os interessados em participar. Também estes devem enviar e-mail solicitando este serviço e dando o nome e contacto pessoal-telefone.

Para mais informações contactar:
carla.figueira@cm-alvito.pt
aryagua@gmail.com 

Saber+

______________________________________________________

ANADIA – Conhecer e desenhar o Museu José Luciano de Castro e à tarde, a Estação Vitivinícola da Bairrada 

09h30 – Ponto de encontro junto à estação de comboio de Aveiro (do lado da avenida) para distribuir boleias, ou às 10h00 à porta do Museu José Luciano de Castro.

Horário: 10h00 às 16h30

A Santa Casa da Misericórdia de Anadia irá oferecer o almoço, pelo que pedimos que confirmem a participação no evento até à Quarta-feira anterior (dia 25 de Setembro) para o email: aveiro.sketchers@gmail.com

Anfitrião: Rui Asterisco/Aveiro Sketchers

Saber+

______________________________________________________

ANGRA DO HEROÍSMO, TERCEIRADesenhar o Jardim Duque da Terceira, em Angra do Heroísmo, Ilha Terceira, Açores

O ponto de encontro é às 14h00 na entrada do Jardim Duque da Terceira.

Coordenação: Manuel Martins
menesesmartins@gmail.com,
Telfs.: 968542595 – 295512764

Organização: USKP Ilha Terceira

Anfitrião: Manuel Martins

Saber+

______________________________________________________

BARREIRO – Desenhar  o Moinho de Maré Pequeno, os passadiços (Moinhos de maré Grande e do Cabo) e os Moinhos de Vento na praia de Alburrica. 

Ponto de Encontro às 10h30  no Centro de interpretação do moinho pequeno
Horário:
10h30 – 12h30 – (Almoço) – 14h00 – 16h00

Anfitrião: Pedro Gertrudes
UrbanSketchersBarreiro@gmail.com

Saber+

______________________________________________________

BATALHA – Encontro de desenho no Mosteiro da Batalha, Monumento Nacional desde 1910, inscrito na lista do Património Mundial da UNESCO.

10h00 – Ponto de Encontro, junto à estátua de D. Nuno Álvares Pereira, frente ao mosteiro.
17h00 – Fim da actividade – partilha de desenhos e fotografias

informações: leiriasketchers@gmail.com e lesksketchers@gmail.com
Coordenação e anfitriã: Leonor Lourenço

______________________________________________________

CASTELO BRANCO – Visita e sessão de desenho à Exposição Cumplicidades, de Clotilde Uva, na Casa Amarela, Galeria Municipal de Castelo Branco. À tarde, sessão de desenho no Cine-Teatro de Castelo Branco, aos ensaios de Silent Tales of Us, da Companhia de Dança Contemporânea de Évora

09h30 – Ponto de encontro – Largo da Sé
10h00 – Casa Amarela, Galeria Municipal de Castelo Branco
13h00 – Almoço livre
14h30 – Encontro no Cine-Teatro
17h30 – Partilha de desenhos e fotografia de grupo

Anfitrião: Carlos Matos / Urban Sketchers Beiras

Saber+

______________________________________________________

COIMBRA – Desenhar o Jardim da Sereia

Ponto de Encontro: Entrada do Jardim da Sereia, Coimbra, às 14h30
Horário: 14h30 às 18h00
Anfitrião: Jorge Antunes (MoSk)

Participação gratuita, mas sujeita a inscrição prévia através do e-mail:
montemor.sketchers@gmail.com

Saber+

______________________________________________________

ESTREMOZDe manhã, o grupo estará no Mercado e à tarde, focados essencialmente no Museu Municipal

10h00 – Ponto de Encontro: Junto ao Centro de Ciência Viva
10h15 – 12h30 – Mercado de Estremoz
12h30 – 14h00 – Almoço livre
14h00 – 17h00 – Museu Municipal de Estremoz
17h00 – Partilha de desenhos e foto de grupo

Anfitrião: Luís Ançã
ÉSk – Évora Sketchers

Saber+

______________________________________________________

FUNCHALEncontro de desenho nos Jardins do Palheiro – Jardins da Quinta do Palheiro Ferreiro

Ponto de encontro: portão da Quinta do Palheiro, Funchal

10h00 – Início e receção dos participantes
10h15 – Visita guiada ao jardim
11h00 – Desenho no Jardim
13h00 – 14h00 – Almoço livre
14h00 – Retoma de sessão de desenho
16h00 – Partilha de desenhos e final da actividade

Anfitriã: Lucilina Freita
lucilina75@gmail.com

Saber+

______________________________________________________

LISBOA – Visita aos espaços e actividade de desenhar o Campo Arqueológico e o Museu do Teatro Romano de Lisboa, e à tarde visita ao Chapitô, aos seus diversos espaços e desenho livre.

09h45/10h00 – Encontro à porta do Teatro Romano de Lisboa
Rua de São Mamede, N.º 3 A
12h45 – Partilha de desenhos e fotografia de grupo.
13h00 – Almoço
14h30/14h45 – Encontro no Chapitô
Costa do Castelo N.º 1 a 7
15h30 – Presença de um duo malabarista propondo-se aos participantes o desenho destes artistas durante a actuação.
17h30/18h00 – Fim do encontro, partilha de desenhos, fotografia de grupo e um brinde oferecido pela Direcção do Chapitô.

Anfitriões: Jorge Vila Nova e Margarida Donas Botto

Saber+

______________________________________________________

MATOSINHOSEncontro de desenho na Quinta da Conceição (Leça da Palmeira-Matosinhos)

10h00 – Ponto de encontro – Entrada da Quinta da Conceição (Leça da Palmeira-Matosinhos)

percurso sugerido: Visitara ao emblemático parque de lazer em Leça da Palmeira, Matosinhos, onde, por entre jardins e arvoredo, não faltarão motivos de desenho entre o património de várias épocas que por lá se encontra – o claustro do convento original, um portal Manuelino, a capela de São Francisco, fontes e chafarizes, e ainda o legado arquitectural de Fernando Távora e Siza Vieira, respectivamente no pavilhão de ténis e na piscina.
A quinta faz ainda ligação com o Museu da Quinta de Santiago, instalado num interessante palacete do século XIX.

duração da actividade: 10h00 às 17h30

anfitrião: Armando Baldaia
PoSk-Porto Sketchers
portosketchers@gmail.com

Saber+

______________________________________________________

PONTA DELGADA, SÃO MIGUEL –  o encontro terá lugar no Jardim José do Canto, em Ponta Delgada.

Ponto de Encontro – Jardim José do Canto (Portão)

11h00 – início, recepção aos participantes
11h15 – Visita guiada ao Jardim
12h30 – Almoço-Piquenique – Sala da Relva
– Poesia dedicada a Luís de Camões (*) e à natureza
14h00 – Desenhar no Jardim
16h00 – Partilha de desenhos e fotografia de grupo

Anfitriã: Alexandra Baptista

Esclarecimentos e inscrições:  urbansketchersazores@gmail.com

Saber+

______________________________________________________

PORCHES, LAGOA – Visita a uma Olaria e à Ermida de N. S.ª da Rocha, situada junto à costa, com vistas magníficas.

10h00 – 12h30 – Ponto de encontro e visita à Porches Pottery.
Sessão de desenhos.
Almoço Livre
14h00 – Desenho junto da Ermida de Nossa Senhora da Rocha
17h00 – Fim da actividade e, provavelmente, continuação dos desenhos

Anfitrião: João Pinto
Urban Sketchers Algarve

Saber+

______________________________________________________

PORTO – Visita aos jardins e Palácio de Cristal, do Porto 

10h30 – Encontro no local
10h45 – Sessão de desenho da manhã
13h00 – Almoço livre
14h00 – Sessão de desenho da tarde
17h00 – Partilha de desenhos e fotos

Anfitrião: Pedro Alegria – UsKp-Norte
diariosgraficosnorte@gmail.com

Saber+

______________________________________________________

TORRES NOVAS – Visita e sessão de desenho no Museu Municipal Carlos Reis

10h00 – Ponto de Encontro junto à entrada do Museu Municipal Carlos Reis
Rua do Salvador,  n.º 10 – 2350-415 Torres Novas
– Visita ao museu;
– Sessão de desenho pelos espaços, à escolha dos participantes;
12h00 / 13h00 – Fim do encontro, partilha de desenhos e fotografia de grupo

Anfitrião: Carlos Fidalgo (USk Torres Novas)
Organização: USkTN e CMTN

Saber+

______________________________________________________

TORRES VEDRAS – Visita e desenhos na Vila do Turcifal

Está previsto um roteiro que terá início na Igreja Paroquial dedicada a Santa Madalena, onde para além dos participantes poderem desenhar o edifício e o largo, poderão conhecer e desenhar a arte sacra no interior do edifício.
A seguir ao almoço, os participantes iniciam um percurso desenhado pelo núcleo antigo do Turcifal, terminando na Capela do Espírito Santo.
Após a habitual mostra de desenhos, os desenhadores regressam à cidade, onde às 18h00 assistirão ao concerto de Carolina Zingler no Quiosque Alfazema.

Nota:
Transporte e almoço garantido pela Câmara Municipal de Torres Vedras mas com necessidade de inscrição obrigatória.
Actividade gratuita.

Inscrições para os seguintes e-mails: andrebaptista@cm-tvedras.pt e geral@ccctv.org
Organização local: Câmara Municipal de Torres Vedras e Cooperativa de Comunicação e Cultura
Parceiro: Junta de Freguesia de Turcifal
Anfitriões: André Baptista e Ana Avelino (Câmara Municipal de Torres Vedras) e Inês Mourão (Cooperativa de Comunicação e Cultura)

Saber+

______________________________________________________

VILA NOVA DA BARQUINHA – Desenhar o Parque de Escultura Contemporânea da Barquinha, Barquinha Parque

Ponto de Encontro: Centro Cultural de Vila Nova da Barquinha
às 10h00
Partilha de desenhos e fotografias de grupo: 12h30

Horário: 10h00 às 13h00

Anfitrião: Ricardo Cabrita

Saber+

______________________________________________________

(a)Riscar o Património 2019 – Artes, Património e Lazer

A edição de (a)Riscar o Património de 2019 para os encontros nacionais tem como tema Artes, Património e Lazer.

A actividade realizar-se-á no dia 28 de Setembro, Sábado – de acordo com o calendário das Jornadas Europeias do Património (JEP) que decorrem, praticamente em toda a Europa, entre 27 e 29 de Setembro, e cuja iniciativa nos temos associado desde a primeira edição do projecto (a)Riscar o Património, em 2014.

Num repto mais uma vez lançado a todos os praticantes, profissionais, amantes ou curiosos do desenho e do sketching, apelamos à participação de todos nos encontros, que serão realizados em todo o país, promovendo o registo gráfico dos locais e do tema escolhido.

Entretanto serão feitas em breve actualizações a este blog, sendo criada uma nova área no menu superior, onde se poderão consultar os locais e programas deste ano.

(a)Riscar o Património no Simpósio de Amesterdão

O Projecto (a)Riscar o Património será apresentado no dia 26 de Julho, às 10h00, no 10.º Simpósio Internacional de Urban Sketchers, que este ano decorre em Amesterdão.

Será um momento especialmente importante para este projecto, dando a conhecer as iniciativas já realizadas ao longo dos 5 anos de existência, dando a conhecer os resultados, os parceiros e colaboradores, bem como os núcleos e participantes.

Existe grande expectativa entre os organizadores do Simpósio e o público sobre o (a)Riscar o Património, pois em termos de organização, trata-se de um projecto ímpar, mesmo em termos internacionais.

Para saber tudo sobre o Simpósio de Amesterdão ACEDA AQUI

Inauguração da exposição (a)Riscar o Património – Heritage Sketching, no Festival Latitudes

Foi inaugurada no dia 16 de Maio, no Centro de Design de Interiores, em Óbidos, a exposição (a)Riscar o Património – Heritage Sketching. Esta mostra integra a programação do Festival Latitudes – Literatura e Viajantes, e vai permanecer naquele espaço extraordinário que é o CDI, cerca de um mês.

A exposição compõe-se de uma selecção de reproduções, de desenhos resultantes dos encontros nacionais de 2017 e 2018, e por cadernos originais.

Os autores representados:
Ana Ramos, Alexandra Belo, Vitor Mingacho, Eduardo Salavisa, Paula Cabral, Pedro Cabral, Jorge Vila Nova, Mário Linhares, Mónia Abreu, Luís Miguel Frasco, Mário Núncio Crispim, Nelson Paciência, António Procópio, Manuel Tavares, André Kano, Filipa Oliveira Antunes, Eduardo Miranda, Clewton Nascimento, Aires de Melo, Emanuel Félix, Pedro Costa, Jorge Portugal, Ricardo Cabrita, Hugo Brito, Filipe Coelho, Paulo Mendes, Américo Gonzalez, Armando Baldaia, João Azevedo, Marcelo de Deus, Rui Soares, Suzana Nobre, Jorge Antunes, José Carlos Mendes, João Rui Frade, Miguel Resende, Ângela Luzia, Rodrigo Briote, Bruno Vieira, Michael Oak Pine, Filipe Almeida, João Matos, Luís Ançã e Tiago Cruz.

A programação para o Festival Latitudes, que decorre de 16 a 19 de Maio, pode ser acedida AQUI, verificando-se este ano um forte compromisso da organização, com o registo gráfico. Para além da exposição (a)Riscar o Património, pode ser visitada a exposição “Atrito”, de André Carrilho, e pode-se participar no workshop de night sketching com Pedro Alves e Pedro Loureiro. No último dia, o encontro de Urban Sketching organizado pelos Oeste Sketchers.

Exposição (a)Riscar o Património – Heritage Sketching no Festival Latitudes – Literatura e Viagens, em Óbidos

 

No dia 16 de Maio de 2019, pelas 17h15, será inaugurada em Óbidos, no Centro de Design de Interiores, a exposição (a)Riscar o Património – Heritage Sketching. A iniciativa integra o Festival Latitudes – Literatura e Viagens, que decorre naquela vila histórica entre os dias 16 e 19 de Maio.

Esta exposição apresenta uma selecção de cerca de 50 desenhos, resultante dos encontros nacionais de 2017 e 2018, organizados no âmbito do projecto (a)Riscar o Património, da DGPC com a parceria dos Urban Sketchers Portugal.

Estarão também expostos cadernos com originais.

 

Saber mais:
http://obidosvilaliteraria.com/latitudes-2/

Inauguração da exposição (a)Riscar o Património em São Brás de Alportel

Está patente desde o dia 3 de Maio, na Galeria Municipal de São Brás de Alportel, a exposição (a)Riscar o Património – uma retrospectiva de desenhos e fotografias que ilustram o projecto de 2014 a 2016.

Com cerca de 150 trabalhos e muitas fotografias, esta mostra reflecte o interesse que aquela edilidade demonstrou, em dar a conhecer nos seus espaços e trazer ao Algarve, o projecto (a)Riscar o Património e os seus objectivos.

Estão expostos trabalhos do Algarve (São Brás de Alportel), Açores (São Miguel e Terceira), Madeira, Lisboa, Porto, Coimbra, Tomar, Entroncamento, Torres Vedras, Évora, Viana do Castelo e Castelo Branco.

Estará patente ao público até dia 29 de Maio de 2019.

Horário:
Segunda-feira: 14h00 >17h30
Terça a Sexta-feira: 09h30 >13h00 / 14h00 >17h30
Sábado: 09h30 >13h00
Encerramento: Domingo

Localização: Avenida da Liberdade, N.º 22, São Brás de Alportel

Notícia no site da Câmara Municipal de São Brás de Alportel
Notícia no site da DGPC/Património Cultural

 

Exposição (a)Riscar o Património no Museu Nacional do Traje

No dia 21 de Março de 2019, pelas 17h00, será inaugurada a exposição (a)Riscar o Património no Museu Nacional do Traje.

Esta exposição está inserida no programa que aquele museu dedica à celebração do Dia da Árvore e Dia Internacional das Florestas. Apresenta mais de 50 desenhos, que resultaram do encontro realizado em Setembro de 2017 no Museu Nacional do Traje e Jardim Botânico do Monteiro-mor, e que contou com várias dezenas de participantes.

Estará patente ao público até dia 31 de Maio de 2019.

A Exposição (a)Riscar o Património em S. Brás de Alportel entre 2 e 29 de Maio

expoalportel

Entre 2 e 29 de Maio de 2019, vai estar patente na Galeria Municipal de São Brás de Alportel, a exposição (a)Riscar o Património Heritage Sketching.

Esta mostra reflecte o interesse que aquela edilidade demonstrou, em dar a conhecer nos seus espaços, o projecto (a)Riscar o Património e os seus objectivos. Será constituída por uma selecção de trabalhos de vários desenhadores, que participaram nos encontros anuais que acontecem em Setembro, por todo o país – continente e ilhas – desde 2014.

“Comunicar património é, sobretudo, dar a conhecer, informar, e transmitir essa dupla qualidade de relevância e de proximidade; não é uma tarefa fácil: a vertiginosa evolução dos meios de comunicação, a multiplicidade de plataformas disponíveis, os novos modos de consumo e de percepção da realidade facilitadas, particularmente, pelas redes sociais e pela Internet traduzem uma certa assimetria entre uma cultura eminentemente visual, imediata e de fácil acesso e a forma como o património cultural é entendido e consumido pela população em geral.

O projecto (a)Riscar o Património teve início em 2014, com a parceria dos Urban  Sketchers Portugal, e surgiu justamente como uma forma de colmatar essa lacuna, atraindo uma participação abrangente em termos de faixas etárias, profissões ou nacionalidades. Consiste em reunir no mesmo dia, mas em sítios diferentes, sketchers, ilustradores, artistas ou simples amantes do desenho, segundo tema sempre enquadrado nas comemorações das Jornadas Europeias do Património (JEP).
O entendimento do desenho enquanto meio de expressão ancestral, privilegiado, versátil e intemporal, permitindo um olhar mais atento e a descoberta de pormenores que a fotografia nem sempre revela, abre caminho para outras associações: reunir a representação do património ao desenho – na sua vertente mais imediata e espontânea, enquanto registo do olhar, memória fugaz de um tempo e de um sítio, figuração instantânea duma realidade e dum momento – parecia, assim, quase uma evidência. Através do desenho – ou, concretamente, do sketching – é possível uma outra representação do património e uma leitura mais descontraída, longe da carga de monumentalidade e “peso” que a própria património palavra acarreta.

A organização do (a)Riscar o Património pretende aproveitar a relação privilegiada entre património e desenho, sensibilizar cada vez mais a comunidade para a importância e a diversidade das realidades que nos envolvem, construir um banco de desenhos de registo sobre o nosso Património e promover paralelamente outras actividades como encontros, debates e publicações. O objectivo é chegar a todos os distritos do país, possibilitando uma participação cada vez mais alargada e um conhecimento sempre mais atento do património e do território que nos rodeia.”

in Anuário do Património 3 – 2016/2018