(a)Riscar o Património no Simpósio de Amesterdão

O Projecto (a)Riscar o Património será apresentado no dia 26 de Julho, às 10h00, no 10.º Simpósio Internacional de Urban Sketchers, que este ano decorre em Amesterdão.

Será um momento especialmente importante para este projecto, dando a conhecer as iniciativas já realizadas ao longo dos 5 anos de existência, dando a conhecer os resultados, os parceiros e colaboradores, bem como os núcleos e participantes.

Existe grande expectativa entre os organizadores do Simpósio e o público sobre o (a)Riscar o Património, pois em termos de organização, trata-se de um projecto ímpar, mesmo em termos internacionais.

Para saber tudo sobre o Simpósio de Amesterdão ACEDA AQUI

Anúncios

Inauguração da exposição (a)Riscar o Património – Heritage Sketching, no Festival Latitudes

Foi inaugurada no dia 16 de Maio, no Centro de Design de Interiores, em Óbidos, a exposição (a)Riscar o Património – Heritage Sketching. Esta mostra integra a programação do Festival Latitudes – Literatura e Viajantes, e vai permanecer naquele espaço extraordinário que é o CDI, cerca de um mês.

A exposição compõe-se de uma selecção de reproduções, de desenhos resultantes dos encontros nacionais de 2017 e 2018, e por cadernos originais.

Os autores representados:
Ana Ramos, Alexandra Belo, Vitor Mingacho, Eduardo Salavisa, Paula Cabral, Pedro Cabral, Jorge Vila Nova, Mário Linhares, Mónia Abreu, Luís Miguel Frasco, Mário Núncio Crispim, Nelson Paciência, António Procópio, Manuel Tavares, André Kano, Filipa Oliveira Antunes, Eduardo Miranda, Clewton Nascimento, Aires de Melo, Emanuel Félix, Pedro Costa, Jorge Portugal, Ricardo Cabrita, Hugo Brito, Filipe Coelho, Paulo Mendes, Américo Gonzalez, Armando Baldaia, João Azevedo, Marcelo de Deus, Rui Soares, Suzana Nobre, Jorge Antunes, José Carlos Mendes, João Rui Frade, Miguel Resende, Ângela Luzia, Rodrigo Briote, Bruno Vieira, Michael Oak Pine, Filipe Almeida, João Matos, Luís Ançã e Tiago Cruz.

A programação para o Festival Latitudes, que decorre de 16 a 19 de Maio, pode ser acedida AQUI, verificando-se este ano um forte compromisso da organização, com o registo gráfico. Para além da exposição (a)Riscar o Património, pode ser visitada a exposição “Atrito”, de André Carrilho, e pode-se participar no workshop de night sketching com Pedro Alves e Pedro Loureiro. No último dia, o encontro de Urban Sketching organizado pelos Oeste Sketchers.

Exposição (a)Riscar o Património – Heritage Sketching no Festival Latitudes – Literatura e Viagens, em Óbidos

 

No dia 16 de Maio de 2019, pelas 17h15, será inaugurada em Óbidos, no Centro de Design de Interiores, a exposição (a)Riscar o Património – Heritage Sketching. A iniciativa integra o Festival Latitudes – Literatura e Viagens, que decorre naquela vila histórica entre os dias 16 e 19 de Maio.

Esta exposição apresenta uma selecção de cerca de 50 desenhos, resultante dos encontros nacionais de 2017 e 2018, organizados no âmbito do projecto (a)Riscar o Património, da DGPC com a parceria dos Urban Sketchers Portugal.

Estarão também expostos cadernos com originais.

 

Saber mais:
http://obidosvilaliteraria.com/latitudes-2/

Inauguração da exposição (a)Riscar o Património em São Brás de Alportel

Está patente desde o dia 3 de Maio, na Galeria Municipal de São Brás de Alportel, a exposição (a)Riscar o Património – uma retrospectiva de desenhos e fotografias que ilustram o projecto de 2014 a 2016.

Com cerca de 150 trabalhos e muitas fotografias, esta mostra reflecte o interesse que aquela edilidade demonstrou, em dar a conhecer nos seus espaços e trazer ao Algarve, o projecto (a)Riscar o Património e os seus objectivos.

Estão expostos trabalhos do Algarve (São Brás de Alportel), Açores (São Miguel e Terceira), Madeira, Lisboa, Porto, Coimbra, Tomar, Entroncamento, Torres Vedras, Évora, Viana do Castelo e Castelo Branco.

Estará patente ao público até dia 29 de Maio de 2019.

Horário:
Segunda-feira: 14h00 >17h30
Terça a Sexta-feira: 09h30 >13h00 / 14h00 >17h30
Sábado: 09h30 >13h00
Encerramento: Domingo

Localização: Avenida da Liberdade, N.º 22, São Brás de Alportel

Notícia no site da Câmara Municipal de São Brás de Alportel
Notícia no site da DGPC/Património Cultural

 

Exposição (a)Riscar o Património no Museu Nacional do Traje

No dia 21 de Março de 2019, pelas 17h00, será inaugurada a exposição (a)Riscar o Património no Museu Nacional do Traje.

Esta exposição está inserida no programa que aquele museu dedica à celebração do Dia da Árvore e Dia Internacional das Florestas. Apresenta mais de 50 desenhos, que resultaram do encontro realizado em Setembro de 2017 no Museu Nacional do Traje e Jardim Botânico do Monteiro-mor, e que contou com várias dezenas de participantes.

Estará patente ao público até dia 31 de Maio de 2019.

A Exposição (a)Riscar o Património em S. Brás de Alportel entre 2 e 29 de Maio

expoalportel

Entre 2 e 29 de Maio de 2019, vai estar patente na Galeria Municipal de São Brás de Alportel, a exposição (a)Riscar o Património Heritage Sketching.

Esta mostra reflecte o interesse que aquela edilidade demonstrou, em dar a conhecer nos seus espaços, o projecto (a)Riscar o Património e os seus objectivos. Será constituída por uma selecção de trabalhos de vários desenhadores, que participaram nos encontros anuais que acontecem em Setembro, por todo o país – continente e ilhas – desde 2014.

“Comunicar património é, sobretudo, dar a conhecer, informar, e transmitir essa dupla qualidade de relevância e de proximidade; não é uma tarefa fácil: a vertiginosa evolução dos meios de comunicação, a multiplicidade de plataformas disponíveis, os novos modos de consumo e de percepção da realidade facilitadas, particularmente, pelas redes sociais e pela Internet traduzem uma certa assimetria entre uma cultura eminentemente visual, imediata e de fácil acesso e a forma como o património cultural é entendido e consumido pela população em geral.

O projecto (a)Riscar o Património teve início em 2014, com a parceria dos Urban  Sketchers Portugal, e surgiu justamente como uma forma de colmatar essa lacuna, atraindo uma participação abrangente em termos de faixas etárias, profissões ou nacionalidades. Consiste em reunir no mesmo dia, mas em sítios diferentes, sketchers, ilustradores, artistas ou simples amantes do desenho, segundo tema sempre enquadrado nas comemorações das Jornadas Europeias do Património (JEP).
O entendimento do desenho enquanto meio de expressão ancestral, privilegiado, versátil e intemporal, permitindo um olhar mais atento e a descoberta de pormenores que a fotografia nem sempre revela, abre caminho para outras associações: reunir a representação do património ao desenho – na sua vertente mais imediata e espontânea, enquanto registo do olhar, memória fugaz de um tempo e de um sítio, figuração instantânea duma realidade e dum momento – parecia, assim, quase uma evidência. Através do desenho – ou, concretamente, do sketching – é possível uma outra representação do património e uma leitura mais descontraída, longe da carga de monumentalidade e “peso” que a própria património palavra acarreta.

A organização do (a)Riscar o Património pretende aproveitar a relação privilegiada entre património e desenho, sensibilizar cada vez mais a comunidade para a importância e a diversidade das realidades que nos envolvem, construir um banco de desenhos de registo sobre o nosso Património e promover paralelamente outras actividades como encontros, debates e publicações. O objectivo é chegar a todos os distritos do país, possibilitando uma participação cada vez mais alargada e um conhecimento sempre mais atento do património e do território que nos rodeia.”

in Anuário do Património 3 – 2016/2018

Exposição de desenhos no Museu Nacional dos Coches

No dia 12 de Outubro, pelas 18h30, será inaugurada a exposição no Museu Nacional dos Coches, decorrente de um encontro realizado em Maio neste Museu, e que contou com várias dezenas de participantes.

A exposição consiste numa selecção de cerca de 80 desenhos, digitalizados e impressos, e em vários cadernos de originais que, através de técnicas, suportes e traços distintos, representam o Museu e o seu fabuloso acervo duma forma criativa, singular e divertida.

Esta exposição resulta da parceria entre o projecto (a)Riscar o Património, da DGPC,  e os Urban Sketchers Portugal, iniciada em 2014, e que tem vindo a contar com um número crescente de participantes nos eventos que organiza anualmente.

Programas (a)Riscar o Património 2018

Este ano 15 cidades/vilas de todo o país, continente e ilhas, participam no projecto (a)Riscar o Património, que se irá realizar no dia 29 de Setembro, sob o tema «Partilhar memórias».

Os programas são muito aliciantes e em alguns casos é necessária inscrição.
Com tantos e tão bons motivos, o convite está aberto a todos quantos queiram participar, desenhando, registando, convivendo, fazendo mais uma vez deste dia, um momento memorável. Os resultados destes encontros serão dados a conhecer através deste blog (proximamente um site) e de exposições itinerantes.

PROGRAMAS

AÇORES, SÃO MIGUEL – De manhã visita e registo gráfico na casa do escritor Daniel de Sá, na Maia. Conversa com a viúva e o filho do escritor. De tarde desenhar na trincheira (com possibilidade de descida até ao mar).
Ponto de Encontro – Casa da Rua dos foros, n.º 8, Maia, S. Miguel, às 11h00.
Anfitriã: Alexandra Baptista
Saber+

AÇORES, TERCEIRA – a Fortaleza de S. João Baptista em Angra do Heroísmo onde está sediado o Regimento de Guarnição N.º 1. Desenhar as Muralhas, a entrada principal e os baluartes adjacentes. Eventualmente dentro da Guarnição.
Ponto de Encontro: Tanque do Azeite às 10h00.
Anfitrião: Manuel Martins
Saber+

AVEIRO – as antigas muralhas de Aveiro, que existiram na zona do actual bairro histórico, entre o séc. XV e finais do séc. XVIII.
Ponto de Encontro: nas 5 Bicas, Aveiro, às 14h00.
Anfitriã: Suzana Nobre
Saber+

CASTELO BRANCO desenhar o Bairro do Cansado, em Castelo Branco.
Ponto de Encontro: Alameda do Bairro do Cansado, às 9h30.
Anfitrião: Carlos Matos
Saber+

ÉVORA – Desenhar os Bonecos de Santo Aleixo e o Teatro Garcia de Resende.
Ponto de encontro: em frente do Teatro Garcia de Resende, às 10h00.
Anfitrião: Luís Ançã
Saber+

LAGOS –De manhã o Farol da Ponta da Piedade e a costa adjacente, um dos cenários mais bonitos do litoral algarvio. De tarde desenhar as muralhas de Lagos.
Ponto de Encontro
 – Largo em frente ao Farol da Ponta da Piedade às 10h00.
Anfitriã: Maria de Fátima Santos
Saber+

LEIRIA – Rota de Eça de Queiroz em Leiria – O crime do Padre Amaro, obra de Eça de Queiroz, escrita em Leiria, onde o escritor trabalhou e viveu.
Ponto de Encontro: Praça Rodrigues Lobo, às 10h00
Anfitriã: Leonor Lourenço
Saber+

LISBOA as ruelas e becos de Alfama das Portas do Sol ao Largo do Chafariz de Dentro
Ponto de Encontro: Largo/Miradouro das Portas do Sol, às 10h00.
Anfitriões: Eduardo Salavisa, Margarida Donas Botto e Jorge Vila Nova
Saber+

MADEIRA, SANTA CRUZ Quinta do Santo da Serra, Santa Cruz, e Casa de Veraneio Porto Bay Serra Golf.
Ponto de Encontro: Quinta do Santo da Serra, Santa Cruz, às 10h00.
Anfitriões: Rui Soares e Lucilina Freitas
Saber+

MONTEMOR-O-VELHO – Convento dos Anjos e o Castelo de Montemor-o-Velho.
Ponto de Encontro:
Convento dos Anjos, Montemor-o-Velho, às 14h30.
Anfitriões: Jorge Antunes e Cristina Baía
Saber+

OURÉM – Desenhar Ourém e o Castelo.
Ponto de encontro: Largo do Pelourinho, às 10h00.
Anfitriões: Ricardo Cabrita e Pedro Costa
Saber+

PORTO – percurso que passa por várias monumentos, marcos da memória portuense, com início na Praça Carlos Alberto, e fim no Cais da Ribeira.
Ponto de Encontro: Praça Carlos Alberto, Porto, junto ao monumento do Soldado desconhecido, às 14h30.
Anfitrião: Pedro Alegria (Tuba)
Saber+

TOMAR – a Mata dos Sete Montes, Castelo Templário e Convento de Cristo.
Ponto de Encontro: junto à estátua de Gualdim Pais, na Praça da República em Tomar, às 10h00.
Anfitrião: António Serraventoso
Saber+

TORRES VEDRAS – Fábrica das Histórias – Casa Jaime Umbelino.
Ponto de Encontro: Fábrica das Histórias, Casa Jaime Umbelino, Torres Vedras, às 10h00.
Anfitriões: André Baptista e Inês Mourão
Saber+

VILA DO CONDE – Margens do Rio Ave, da ponte até à foz.
Ponto de Encontro: em frente ao Auditório Municipal de Vila do Conde, às 10h00.
Anfitrião: João Azevedo
Saber+

(a)Riscar o Património – Edição 2018

Este ano, o tema das Jornadas Europeias do Património – a que, desde 2014, nos temos associado – é Partilhar Memórias. Mais uma vez, não será  difícil escolher um sítio interessante, em cada uma das localidades seleccionadas, adequado a este tema. A actividade realizar-se-á no dia 29 de Setembro, Sábado – de acordo com o calendário das Jornadas Europeias do Património (JEP) que decorrem, praticamente em toda a Europa, entre 28, 29 e 30 de Setembro.

Num repto mais uma vez lançado a todos os praticantes, profissionais, amantes ou curiosos do desenho e do sketching,  terão lugar em Porto, Vila do Conde, Aveiro, Montemor-o-Velho, Castelo Branco, Leiria, Tomar, Ourém, Torres Vedras, Lisboa, Évora, Algarve (cidade a determinar), Madeira – Santa Cruz e Açores – S. Miguel, encontros que promoverão o registo gráfico dos locais e do tema escolhido.

Para escolher o Encontro que mais lhe interesse e saber um pouco mais, aceda neste blog à uma aba do menu – Edição 2018 – onde estão definidas horas, pontos de encontro, percursos, programas e anfitriões.

 

 

 

Exposição no Museu Nacional dos Coches

O encontro que teve lugar no Museu Nacional dos Coches, no passado dia 26 de Maio, com grande participação e trabalhos muito bons, vai resultar numa exposição, a inaugurar no final de Setembro ou primeiros dias de Outubro.

Para que se façam as impressões e se organize esta mostra, pede-se aos participantes que enviem os trabalhos feitos nesse dia, digitalizados, com uma resolução entre os 220 e os 300 dpis, para os seguintes emails, até dia 17 de Julho:

diariosgraficos@gmail.com
jorgevilanova1@gmail.com (Jorge Vila Nova)
procopiodrawing@gmail.com (António Procópio)

QUEM JÁ ENVIOU NÃO NECESSITA ENVIAR NOVAMENTE

O Encontro no Museu Nacional dos Coches

O Encontro de dia 26 de Maio no Museu Nacional dos Coches, que contou com o apoio do projecto (a)Riscar o Património, teve enorme sucesso. Com mais de 90 inscritos, mais os participantes portugueses e estrangeiros que se inscreveram no início da actividade, foram muitos e bons os desenhos que resultaram da iniciativa.

A sessão durou todo o dia e teve como motivo o Museu Nacional dos Coches, os dois edifícios – o novo e o antigo Picadeiro real -bem como as suas colecções. Deste conjunto de trabalhos resultará uma exposição que será apresentada no próprio museu.

Aqui se mostra algumas fotografias e trabalhos dos muitos que foram feitos nesse dia.

Encontro no Museu Nacional dos Coches com o apoio do projecto (a)Riscar o Património

No dia 26 de Maio, vai realizar-se das 10h00 às 18h00, um encontro de sketching no Museu Nacional dos Coches com organização e apoio deste museu, do projecto (a)Riscar o Património e dos Urban Sketchers Portugal. Será um dia inteiro dedicado ao desenho, e à descoberta das colecções e dos dois espaços museológicos daquele museu nacional.

O encontro é aberto a todos os que queiram participar mas é necessária inscrição para o email:
diariosgraficos@gmail.com .
Com a inscrição será atribuído um passe de entrada livre e com esse passe poderão, ao longo do dia, entrar e sair dos dois edifícios (antigo e novo).

Como o grande objectivo é desenhar, o almoço será livre podendo cada um gerir o tempo como entender. Existem espaços verdes envolventes, excelentes para piquenicar, e vários restaurantes na zona.

Artigo sobre o Projecto (a)Riscar o Património na revista “Anuário do Património 3”

No dia 18 de Abril, foi lançado no Palácio da Bolsa do Porto, o Anuário do Património 3 – 2016/2018 do qual se destaca este artigo de opinião, sobre o Projecto (a)Riscar o Património, da autoria dos seus coordenadores Margarida Donas Botto e Jorge Vila Nova Alves.

Para ler o artigo completo aceda AQUI.

Para adquirir a REVISTA.

 

A exposição itinerante (a)Riscar o Património inaugurou na Madeira

Inaugurou na Casa da Cultura de Santa Cruz | Quinta do Revoredo, no dia 8 de Fevereiro, às 15h30, a exposição (a)Riscar o Património com uma selecção de cerca de 80 trabalhos resultantes dos anos anteriores e um conjunto de originais de participantes dos encontros na Madeira.

A participação dos Urban Sketchers Portugal – Madeira acontece desde 2014 e a
 Casa da Cultura de Santa Cruz | Quinta do Revoredo abraça a iniciativa em 2016, tendo vindo desde então a organizar este encontro, com as seguintes temáticas:
2016 – ‘Comunidades e Culturas’, na Camacha
2017 – ‘Património e Natureza: Pessoas, Lugares, Histórias’, no Centro Histórico de Santa Cruz e Jardim do Museu Quinta das Cruzes – Funchal.

A exposição estará patente ao público até dia 10 de Março de 2018.

 

       

 

(a)Riscar o Património – “Património e desenho do quotidiano”, tema do programa de rádio Encontros com o Património, na TSF

O programa de rádio “Encontros com o Património”, emitido todos os Sábados entre as 12h00 e as 13h00, na TSF, e no dia seguinte entre a 1h00 e as 2h00 da manhã, vai ter como tema do próximo programa, a transmitir dia 27 de Janeiro, “Património e desenho do quotidiano”.

Em conversa sobre este tema irão estar Eduardo Salavisa, Nelson Paciência e Margarida Donas Botto.

Carregue aqui
PARA OUVIR O PROGRAMA COMPLETO EM VERSÃO PODCAST

De um conjunto de entusiastas que gostavam de desenhar a uma organização quase à escala planetária, os Urban Sketchers constituem, hoje, uma das associações não-governamentais mais dinâmicas e criativas – presentes em Portugal e um pouco por todo o mundo.
O projecto (a)Riscar o Património, concebido em 2014 pela DGPC com a parceria dos Urban Sketchers Portugal pretende associar a representação do património com o desenho – na sua vertente mais imediata e espontânea – reunindo sketchers, ilustradores, artistas ou simples amantes do desenho, em vários sítios mas num mesmo dia, e que entrará, em 2018, na sua quinta edição. Captar lugares, ambientes, pessoas, momentos e monumentos – tendo sempre como mote o património, em tudo o que encerra de diverso e universal – é o lema deste projecto.

Para saber mais 

 

O Encontro de Desenho na Casa Allen

Contra as vicissitudes do tempo – um frio de rachar – e um ou outro contratempo, os PoSk-Porto Sketchers visitaram no dia 2 de Dezembro a Exposição (a)Riscar o Património, patente na Casa Allen. Desta iniciativa, integrada num encontro de desenho programado para aquele dia, resultaram estes trabalhos e fotografias.
Parabéns aos PoSk-Porto Sketchers e particularmente, aos estóicos participantes deste Encontro.

Abnose

Elisabeth Mata

Leonor Lourenço

Maria João Freitas

Paulo J. Mendes – Entre o fim do almoço e o início da visita ao palacete Allen

Paulo J. Mendes

Elsa Cunha

Paula Martinho